Real Cores

Servidores ganham maior proteção contra fraudes nos empréstimos consignados


Empresas de processamento de informações e instituições financeiras estão investindo cada vez mais em recursos tecnológicos para evitar fraudes em seus sistemas. Diante da criatividade dos criminosos, procedimentos de segurança tornam-se prioridade. O problema chegou a afetar o Ministério da Fazenda, que teve documentos de servidores clonados. Os criminosos trocaram senhas de acesso das vítimas e pediram empréstimos consignados de até R$ 300 mil.
 
Falhas na segurança contribuem para as fraudes. No caso do Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos (Siapenet), do Ministério da Fazenda, para trocar a senha, o servidor – ou uma pessoa que se passa por ele – precisa apenas apresentar documentos e dizer que quer mudar o código de acesso. Como o procedimento não permite comprovar que aquele que se apresenta é realmente funcionário público, é possível que pessoas de dentro dos órgãos tenham participado das fraudes.
 
Para servidores da Prefeitura de Goiânia e do Estado de Goiás interessados em empréstimo consignado, os procedimentos de segurança de informações começam quando o trabalhador procura a Central de Atendimento, localizada na Avenida República do Líbano.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.