Real Cores

Isadora Morais realiza terapia de reabilitação no Crer, um mês após tragédia na escola



A tragédia ocorrida no Colégio Goyases, no Conjunto Riviera, em Goiânia, completa um mês nesta segunda-feira (20). Isadora Morais, de 14 anos, – uma das vítimas dos disparos feitos por um aluno, que deixou dois adolescentes mortos e quatro feridos – realiza terapia no Centro de Reabilitação Dr. Henrique Santillo (Crer). A aluna sofreu uma lesão na medula espinhal e perdeu o movimento das pernas após ser baleada no dia 20 de outubro.
Segundo assessoria do Crer, Isadora realiza terapia nos turnos, matutino e vespertino, e tem se mostrado animada com o tratamento. Além disso, a adolescente é assistida por uma equipe multidisciplinar e faz exames diariamente. O Crer oferece ainda acompanhamento psicológico para a paciente e para os pais.
Isadora foi transferida para o Crer no último dia 9, para iniciar o Processo de Reabilitação e Readaptação. Ela estava internada há 21 dias no Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo). A adolescente foi atingida por três tiros: um deles na mão, outro no pescoço e o terceiro no tórax. O último projétil atingiu o pulmão e também a décima vértebra torácica (coluna), provocando paraplegia irreversível.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.