Real Cores

Maurício Beraldo (PSDB), suspeito de fraudar programa de moradia popular deixa presídio em Aparecida de Goiânia


O ex-vereador de Goiânia, Maurício Beraldo (PSDB),  e outros quatro suspeitos de fraudar um programa de moradia popular, deixaram o Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, este domingo (5).
Segundo o advogado dos suspeitos, José do Carmo, o Poder Judiciário concedeu o benefício com a condição do uso de tornozeleira eletrônica por parte do ex-vereador e de outros presos durante a Operação Alicerce. Dos oito detidos na Operação Alicerce, apenas um não precisará usar o equipamento.
O advogado disse ainda que acha a medida desnecessária e que vai entrar com pedido para seja suspensa. “Não é necessário o uso dessas tornozeleiras, todos moram aqui há anos, ele não vão fugir se ficarem em liberdade provisória”, disse.
Além disso, os suspeitos devem ficar a uma distância de até 300 metros da sede da Sociedade Habitacional Comunitária (SHC), onde o esquema teria ocorrido. Eles também não podem se ausentar de Goiânia sem comunicar ao Poder Judiciário nem se aproximar de funcionários ou vítimas do caso.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.