Real Cores

Temer cede a lobby e suspende novos cursos de medicina no Brasil

Numa medida que vai contra o interesse da população brasileira, que tem carência de médicos, Michel Temer decidiu atender ao lobby da categoria, que pretende manter sua reserva de mercado e o preços abusivos no atendimento; o governo de Michel Temer vai decretar uma moratória para impedir a abertura de novos cursos de medicina no país pelo prazo de cinco anos; o ministro Mendonça Filho (DEM-PE), da Educação, confirma a informação e diz que o decreto já está na mão do peemedebista


O governo de Michel Temer vai decretar uma moratória para impedir a abertura de novos cursos de medicina no país. O prazo será de cinco anos.

O ministro Mendonça Filho (DEM-PE), da Educação, confirma a informação. Segundo ele, o decreto para a adoção da medida já está na mesa do peemedebista, que deve assiná-lo até o fim do ano.
"Há um clamor dos profissionais de medicina para que se suspenda por um período determinado a abertura de novas faculdades, em nome da preservação da qualidade do ensino", diz Mendonça.
Segundo ele, dois editais em andamento para a abertura de novos cursos, lançados ainda no governo de Dilma Rousseff, serão concluídos.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.