Real Cores

Ação de conscientização sobre a AIDS

No Dia Mundial de Luta contra a doença (1º/12), folders educativos e camisinhas serão distribuídos no Hospital de Urgências de Goiânia e no Hospital Materno Infantil



A Fundação Instituto de Pesquisa e Estudo de Diagnóstico por Imagem (FIDI) participa nesta sexta-feira (1º), em parceria com a Secretaria de Saúde de Goiás, da campanha de conscientização e prevenção contra a AIDS, denominada Dezembro Vermelho. Folders e preservativos, assim como orientações sobre a doença, serão distribuídos para evidenciar a importância da informação e atenção sobre a enfermidade. A ação da FIDI será no Dia Mundial de Luta contra a AIDS, com a entrega de mais de 2 mil kits nas unidades do Hospital de Urgências de Goiânia (HUGO) e no Hospital Materno Infantil (HMI), das 13h30 às 17h30.

“Colocar o assunto em evidência, orientar e incentivar o uso de preservativo é essencial para evitar a propagação do vírus HIV”, afirma Dr. Luis Tibana, superintendente médico da FIDI. Na contramão da média mundial, o Brasil apresentou um aumento de 3% no número absoluto de novos casos da doença, segundo pesquisa divulgada este ano pela UNAids – órgão das Nações Unidas. De 47 mil novos casos em 2010, o número subiu para 48 mil em 2016. Por outro lado, o número de mortes pela doença na América Latina caiu 12% entre os anos 2000 e 2016, em decorrência do maior acesso aos medicamentos antirretrovirais, ou coquetéis para HIV, que no Brasil são ofertados gratuitamente desde 1996.

HIV ou AIDS?

A AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) é a doença que se manifesta após a infecção do organismo
pelo HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana). O vírus pode ser transmitido por meio de relações sexuais sem preservativo, uso de seringa compartilhada, transfusão de sangue contaminado, durante a gestação, caso a mãe esteja infectada (inclui a amamentação) e por instrumentos contaminados que furam ou cortam e não estejam esterilizados. A doença, no entanto, não se manifesta espontaneamente, mas sim quando o vírus causa infecção no organismo através da destruição das células de defesa do corpo humano.

Para detectar se o indivíduo é portador do vírus é necessário fazer o teste anti-HIV, que identifica se há anticorpos no sangue e denomina como HIV positivo ou soropositiva a pessoa infectada. O exame pode ser feito de forma anônima e gratuita e sem prescrição médica nos serviços de saúde pública e Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA), disponíveis em www.aids.gov.br.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.