Real Cores

Dupla é presa suspeita de matar homem por dívida de R$ 10.

       

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), apresentou, na manhã da última sexta-feira (15), a auxiliar de limpeza Deborah Lacerda de Alencar, de 33 anos, e o auxiliar de marcenaria Patrik Fernando Ramos, de 18, suspeitos da morte de Deguimar da Silva e Souza, 42 anos, em Goiânia. De acordo com as investigações, o crime foi cometido porque a vítima devia R$ 10 de crack à mulher. Dois adolescentes, que ainda não foram apreendidos, também são suspeitos de envolvimento no homicídio.
Segundo o delegado Carlos Caetano, responsável pelo caso, chamou a atenção da polícia o fato de o assassinato ter sido cometido em plena luz do dia. “O homicídio ocorreu por volta das 14h do dia 14 de novembro, no Parque Tremendão, depois que a vítima fez uma chacota com a mulher”, contou Caetano. De acordo com o delegado, a discussão começou na rua, a vítima correu para um salão, mas foi perseguida e esfaqueada.
Conforme a investigação, os outros dois menores envolvidos no crime têm 17 anos e, um deles é sobrinho de Deborah. Por conta própria, eles também pegaram o celular de Deguimar. “São pessoas perigosas, apesar da tenra idade, cometeram o crime brutal, saíram de vangloriando, batendo no peito que tinham matado um quando foram vender o celular”, afirma o delegado.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.