Real Cores

Instituto de Gilmar Mendes recebeu R$ 2,1 mi em patrocínios da JBS


Matéria publicada pela revista Veja aponta que o Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), de propriedade do ministro do Supremo Tribunal Federal e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, recebeu patrocínios do empresário Joesley Batista, um dos donos da JBS. As delações Joesley, que está preso no âmbito da Lava Jato, levaram a formulação de denúncias pela Procuradoria Geral da República contra Michel Temer e que acabaram arquivadas pela Câmara. Gilmar também possui relação pessoal com Temer.
Segundo a publicação, "nos últimos dois anos, Gilmar e Joesley mantiveram uma parceria comercial e uma convivência amigável, a ponto de se visitarem em Brasília e São Paulo, trocarem favores, compartilharem certezas e incertezas jurídicas e tocarem projetos comuns". O IDP também teria recebido R$ 2,1 milhões da JBS – "de 2016 a junho deste ano" "em patrocínios que nem sempre foram públicos. Os valores de patrocínios de empresas iam parar, por vezes, na conta pessoal de Gilmar Mendes", afirma a reportagem.
Em entrevista, o ministro "disse que Joesley Batista quis conhecê-lo após um pedido de patrocínio ao seu instituto", e "admite ter encontrado o empresário algumas vezes, mas garante que a relação nunca ultrapassou os limites éticos". Leia a íntegra da reportagem. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.