Real Cores

UM JUSTIÇAMENTO ANUNCIADO: 'Vontade popular está para ser condenada a 4 anos de prisão'


Com toda a relativização que pesquisas eleitorais, longe das urnas, deve ser encarada e com as distorções de peso social que uma pesquisa deita por sorteio – aleatório, portanto – de números de telefone pode ter, o resultado da pesquisa publicada hoje pelo site Poder360, mostra quem estará sendo julgado no dia 24 de janeiro, no Tribunal Federal de Recursos.
Não é apenas o cidadão Luís Inácio Lula da Silva, mas a vontade do povo brasileiro quem está para ser condenada a uma pena de 4 anos de silêncio e frustração.
A liderança de Lula, claro, é outra vez confirmada, assim como é evidente que Jair Bolsonaro segue sendo a ameaça do impensável para o nosso país e que se novamente se comprova que, com Lula ou sem Lula, Geraldo Alckmin não empolga ninguém: só 8% dizem ter certeza que votariam nele.
Mas há um dado que vai na contramão do discurso da mídia: Lula é o menos – é isso – menos rejeitado entre os principais candidatos, e o único sobre o qual a resposta "não votaria de jeito nenhum" fica abaixo de 50%, com 46%, deixando para Alckmin (62%) a maior taxa de recusa.
A verdade é que, porém, pouco importa isso a juízes que, mesmo antes de aberto o processo, já se disporiam a condenar Lula em razão de seu ódio de classe.
Juízes, querendo ser lobos, têm dentes e aos que tem as presas assim não importam as razões, a vontade alheia e o Brasil. Por Fernando Brito, no Tijolaço

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.