Real Cores

Aumento na tarifa de ônibus em Goiânia, vereador é contra e aciona o Ministério Público


O vereador Alysson Lima (PRB) protocolou nesta quarta-feira (3/1) uma representação no Ministério Público de Goiás (MP-GO) para que promotores intervenham e impeçam o aumento na tarifa da passagem de ônibus. O reajuste, que ainda aguarda votação na Câmara Deliberativa de Transportes Coletivos (CDTC), altera o valor da tarifa de $ 3,70 para R$ 4,05. O preço sugerido segue estudo da Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC). 

Em nota, o vereador afirmou que
 espera que a promotoria se posicione a favor da população "que está cansada de tantos aumentos". No documento entregue ao MP, o vereador frisa que o aumento proposto é de 9,5%, bem acima do reajuste do salário mínimo, que foi de 1,8%. "O aumento impedirá que o trabalhador goianiense consiga se alimentar, uma vez que o salário que recebe não teve aumento suficiente para tal", disse. 

O parlamentar questiona ainda a segurança oferecida ao usuários do transporte público. "São registrados inúmeros crimes
nos terminais, nos ônibus e nos pontos todos os dias. Nem dentro dos ônibus os passageiros tem segurança. O sistema não oferece nenhuma tranquilidade aos passageiros", reforça. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.