Real Cores

DENÚNCIA: Desviaram mais recursos do IMAS e servidor fica sem atendimento




Hospitais, clínicas e médicos credenciados ao IMAS, Instituto de Assistência da Prefeitura, não vão atender segurados durante esta semana. Todos os procedimentos médicos feitos pelo IMAS estão suspensos.

O motivo é o mesmo de sempre, a prefeitura desconta o dinheiro do contra-cheque do servidor, embolsa a grana e não repassa para os prestadores de serviço. 

Há atrasos desde o ano passado. Sem perspectiva de receber os prestadores de serviço resolveram suspender o atendimento. 

O IMAS é administrado por Tião Peixoto, que entre outras coisas, disse no ano passado ao se referir ao roubo nos ingressos do Mutirama que "isso era café pequeno", ou seja, era pouco dinheiro roubado e investigar o desvio era bobagem. 

Também está no IMAS um homem de confiança do MDB que administrou até 2016 o esquema de manutenção de veículos da secretaria de saúde da prefeitura, que gastou 14 milhões de reais com uma única "oficina". 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.