Real Cores

Após assassinato de vereadora, Temer reúne ministros para debater segurança no RJ.




Brasília - O presidente Michel Temer convocou na manhã desta quinta-feira (15/3) uma reunião para discutir a questão da segurança no Rio de Janeiro, após o assassinato da vereadora carioca Marielle Franco (PSOL), de 38 anos, ocorrido na quarta-feira, 14, na capital fluminense.

A reunião, que começou às 9h45, foi incluída na agenda presidencial de última hora, pois não estava prevista na agenda divulgada na quarta. Participam da reunião, no Palácio do Planalto, Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República; Moreira Franco, ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República; Sérgio Etchegoyen, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República; e o general Carlos Alberto dos Santos Cruz, secretário executivo do ministério extraordinário da Segurança Pública.

Em sua conta pessoal na rede de microblog Twitter, Temer lamentou a morte de Marielle e disse que o crime não ficará impune. "Lamento esse ato de extrema covardia contra a vereadora Marielle Franco. Solidarizo-me com familiares e amigos, e acompanho a apuração dos fatos para a punição dos autores desse crime."

E continuou: "Pedi ao ministro Raul Jungmann para colocar a Policia Federal à disposição para auxiliar o interventor do Estado do Rio de Janeiro, general Walter Braga Neto, na investigação. Esse crime não ficará impune".

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.