Real Cores

Bolsonaro não diz o que pensa porque o que pensa não se diz



Bolsonaro não disse até agora o que pensa do assassinato de Marielle, que aconteceu na sua cidade, cujos cidadãos representa na Câmara dos Deputados, e que é assunto comentado no mundo todo, provavelmente porque se disser o que pensa vai pegar mal mesmo para o seu eleitorado.

Ele não diz o que pensa porque o que pensa não se diz.

A julgar por suas frases mais conhecidas, tais como “não te estupro porque você não merece” ou “precisa metralhar Fernando Henrique e mais uns 30 mil brasileiros” não deve ter ficado com pena da vítima indefesa em desabafos entre quatro paredes, com certeza, mas se os transformasse em palavras as consequências eleitorais poderiam ser altamente negativas. Só por isso ele silenciou em vez de proferir novas grosserias e insultos.

Ainda que não diga nada, seu silêncio é eloquente. Denuncia a sua incapacidade e repulsa a se solidarizar com quem é mulher, negra, jovem, pobre, favelada, política e, ainda por cima, de esquerda, o que é assustador.

Bolsonaro é incapaz de expressar algum sentimento caloroso em relação a uma brasileira brutalmente assassinada em meio a uma intervenção militar por ela ser o que é: uma brasileira.

Imaginar que alguém com esse perfil tem condições de solucionar a enorme crise brasileira na cadeira de presidente da República é flertar com o abismo.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.