Real Cores

Ciro: há uma usina de intrigas contra mim e Lula


O pré-candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT-CE) disse acreditar na existência da uma usina de intrigas visando afetar as suas relações com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo ele, o objetivo seria evitar a união dos partidos de esquerda e a transferência de votos ao candidato indicado por Lula em um eventual segundo turno.
"O Lula pra mim não é um mito ou uma figura distante, mas um amigo de muitos anos. Muitos anos. Desde 1988, quando era um jovem prefeito de Fortaleza e ele uma mirabolância, uma promessa", destacou Ciro ao jornal Folha de São Paulo. Ciro voltou a dizer que Lula não deve disputar as eleições presidenciais deste ano o que, segundo ele, é "uma injustiça". Ele também negou ter procurado o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) para ser o seu vice. "Nunca procurei o Haddad para ser meu vice. Me perguntaram o que achava e disse que seria um dream time. Nunca esteve na minha cogitação que seria meu vice. O PT o lançará candidato e é natural que o faça", disse o pedetista.
Ciro também disse que não tem entabulado negociações com a ex-senadora Marina Silva para que ela seja sua vice. "Como posso querer a Marina de vice se ela é maior do que eu?", questionou. Ele também ressaltou que o momento de definição de alianças ainda não está fechado e que todos os partidos têm mantido conversas neste sentido.
Leia a íntegra da matéria na Folha de S.Paulo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.