Real Cores

Conheça cinco alternativas à Netflix para quem quer curtir streaming na internet


Para quem quer conhecer outros sistemas, gratuitos ou pagos, disponíveis na rede.

Cansado da Netflix? Quer boicotar a marca por causa da série "O Mecanismo"? Seja qual for seu motivo, há serviços pagos e gratuitos na internet com acervos interessantes de filmes e seriados.

Confira cinco opções.

Crackle

A Sony tem seu sistema gratuito de streaming com alguns títulos exclusivos. Há séries originais, como Outsiders, e filmes tradicionais de super-heróis, como Capitão América. É uma ótima opção para quem não quer ter compromisso e consumir longas na internet.

Crunchyroll

Lançado originalmente em 2006, a plataforma serviu primeiro para hospedagem de animações japonesas, os animes, com traduções para fãs e feitas pelos mesmos. Chegou oficialmente ao Brasil em 2012 e possui um acervo grande incluindo Dragon Ball Super, One Piece e Naruto. Além de animações nipônicas, o Crunchyroll também oferece mangás (quadrinhos japoneses) e “dramas” com atores reais. O período gratuito de uso é de 14 dias e a mensalidade é de US$ 4,99, ou R$ 16.

É mais barato do que Netflix, mas mais focada num público específico.

Amazon Prime Video

A Amazon quer dominar o mundo e isso não é novidade para ninguém. Seu serviço de streaming traz séries como American Gods, inspirada no best-seller de Neil Gaiman, e é gratuita para uso em uma semana. A mensalidade é de R$ 7,90 por mês nos primeiros seis e depois sobe para R$ 14,90.

Mubi

Apesar de não ter legendas em português, este sistema coloca todo dia um novo filme para assistir, que fica por 30 dias. Assim todo o acervo vai mudando. Ele sai por US$ 8,99 por mês, o que equivale a quase R$ 30. É um dos mais caros, mas pode te surpreender mais pelas opções.

Google Play Filmes

Faz algum tempo que o próprio Google passou a disponibilizar conteúdo pago que pode ser assistido no YouTube através de sua loja Google Play, a mesma do sistema Android. A plataforma traz lançamentos de longas e música por uma taxa de R$ 14,90 no aluguel e de até R$ 44,90 por material. Pode não ser o mais barato, mas é uma boa oportunidade pra você começar pra ontem a sua própria biblioteca de conteúdo. - 
Por Pedro Zambarda, editor do DigiClub

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.