Real Cores

Cremego flagra irregularidades em maternidade de Aparecida de Goiânia.




O vice-presidente do Cremego, Aldair Novato Silva, destacou hoje (19/3), durante entrevista coletiva, a precariedade da Maternidade Marlene Teixeira, em Aparecida de Goiânia. O vice-presidente, que também é ouvidor do Cremego, foi acionado na ouvidoria ontem por médicos lotados na maternidade e que relataram a falta de materiais para o atendimento aos pacientes, inclusive campo cirúrgico.

A fiscalização do Cremego esteve na unidade no domingo pela manhã e constatou os problemas, tendo flagrado uma cesariana sendo realizada com o uso de lanterna de um telefone celular, por falta de iluminação adequada, e médicos operando sem os equipamentos de proteção individual necessários, o que coloca em risco a saúde dos pacientes e dos profissionais.

O vice-presidente do Cremego orientou que os novos atendimentos fossem suspensos, mas a orientação não foi acatada pela diretoria da maternidade, que não tem diretor técnico. Ele também não conseguiu contato com a diretoria da unidade.

Aldair Novato ressaltou que a Maternidade Marlene Teixeira já passou por quatro fiscalizações do Cremego, uma delas no período de sua inauguração e que constatou total falta de condições de funcionamento, o que levou à mudança de data da abertura da unidade.

Com 13 leitos, quantidade insuficiente para o atendimento à população de Aparecida de Goiânia, que tem cerca de 500 mil habitantes, a maternidade segue com repetidos problemas, que comprometem a qualidade da assistência prestada.

Em busca de uma solução definitiva, o Cremego fará uma reunião nesta segunda-feira (19/3), às 17 horas, para a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a definição de medidas emergenciais e prazos para sanar as deficiências. Foram convidados o secretário de Saúde de Aparecida de Goiânia, Luiz Edgar Tolini; os promotores do Ministério Público Estadual, Érico de Pina e Eduardo Prego e representantes da Regulação estadual e municipal.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.