Real Cores

Exclusivo: Descaso, nenhum médico nos postos de saúde de Goiânia neste final de semana




Final de semana sem médicos em Goiânia, inclusive nas maternidades públicas. os médicos desapareceram, não atenderam os pacientes, alguns nem foram trabalhar e quem procurou socorro médico teve que voltar pra casa sem atendimento. 

Os médicos pediatras decidiram não trabalhar e não trabalharam. Não teve pediatra em lugar algum, nem no hospital Materno Infantil. Nos Cais, UPA, Maternidades foi um caos generalizado. 

E em consequência disso, a segunda feira começou com 121 pessoas na Fila da Morte, ou seja, à espera de uma vaga em UTI. 44 em Aparecida de Goiânia, 38 em Goiânia e os demais em cidades da região metropolitana e do interior do estado. 

É um recorde. Esse é o maior número de pessoas aguardando UTIs em Goiás desde que o monitoramento começou. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.