Real Cores

Kennedy: CNJ precisa punir desembargadora que difamou Marielle.


O jornalista Kennedy Alencar cobrou nesta segunda-feira, 19, uma punição do Conselho Nacional da Justiça (CNJ) à desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio Marilia Castro Neves, que divulgou em rede social mentiras a respeito da vereadora Marielle Franco, assassinada na noite da última quarta-feira no Rio de Janeiro.

"O CNJ deveria tomar uma providência exemplar, porque uma desembargadora capaz de tamanha leviandade é um risco para os julgamentos que profere. É um risco para a sociedade", diz Kennedy.

Kennedy diz que a manifestação da desembargadora contribuiu para divulgar a versão de que haveria seletividade na repercussão do assassinato de Marielle, como se outras mortes que ocorrem por violência urbana fossem menos importantes.

"No caso de Marielle, houve um assassinato devido às ideias que ela defendia e aos setores sociais pelos quais lutava. Foi um assassinato político com fortes evidências de ação da banda podre da polícia e de seus laços com milícias no Rio de Janeiro. Aguardemos os resultados da investigação", diz ele.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.