Real Cores

Lula: não nascemos para bater, mas também não vamos apanhar.


Após manifestantes agredirem a caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com ovos e pedradas, chegando a quebrar o para-brisa de um ônibus em São Miguel do Oeste (SC), o principal nome do PT afirmou que "nunca tinha pensando que enfrentaríamos esse tipo de violência"."Mas nós vamos terminar nossa caravana em Curitiba. E não aceitamos virar a outra face. Não nascemos pra bater, mas não vamos apanhar", escreveu Lula em sua conta no Twitter. "Essa gente que é contra a integração não sabe que um país do tamanho do Brasil tem a obrigação moral de fazer com que seus parceiros cresçam junto com a gente", acrescentou.

Segundo ele, "esse bando de vira-lata... todos preferiam os EUA, só queriam fazer negócio com eles. Só a título de recordar a memória. O fluxo de comércio entra Brasil e América Latina era de 20 bilhões de dólares em 2003. Em 2013 era de 95 bilhões". "A integração é uma questão de sobrevivência nesse continente maluco em que o sistema financeiro só especula e só vende papel", disse.

O ex-presidente continuou, dizendo que "respeito é bom". "Temos que aprender a dar mas também temos que exigir que eles tenham. Já deram golpe militar em toda a América Latina, agora sofisticaram o golpe", afirmou Lula, que voltou a negar ser proprietário do triplex no Guarujá (SP), que ensejou uma denúncia em que ele foi condenado sem provas. "Ninguém é dono de uma coisa uma coisa que não tem. Eles dizem que o apartamento é meu mas eu não tenho. Não posso permitir que digam que sou dono de uma coisa que não sou e to brigando em defesa da minha inocência".

"Eu não respeito a decisão porque minha neta não vai precisar ter vergonha de um avô covarde", disse Lula, reafirmando querer "mais do que nunca ser candidato à Presidência da República". "A gente dizia que não ia ter golpe e teve. O Temer agora até quer ser candidato à presidência (risos). Saibam do seguinte: Vocês são jovens... a democracia é com muita luta. Não se preocupem com o que está acontecendo comigo, se preocupem com o que está acontecendo com esse país. Quero agradecer a presença de vcs. Mesmo que eu tiver um minuto de vida será dedicado a recuperar a soberania desse país", finalizou.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.