Real Cores

Casal é preso por morte de menor supostamente envolvido em estupro coletivo


Um rapaz de 20 anos e sua namorada, de 15, foram presos por matarem um adolescente de 17 anos a tiros em Itumbiara, na última quinta-feira (12). Segundo o jovem, identificado como Breno Fidelis Justino, a vítima teria participado de um suposto estupro coletivo, praticado contra a namorada, na companhia de outros três homens em março do ano passado. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Vinícius Penna, o crime ocorreu na noite anterior.

“Segundo testemunha ocular, o jovem foi até a casa da vítima e lá começaram a conversar. Em seguida, a garota chegou, entregou um revólver a ele, que efetuou os disparos e matou o menor. Parece que eles eram conhecidos. Ambos fugiram, mas foram capturados no dia seguinte, escondidos na casa da sogra dele”, revela.

De acordo com Penna, Breno responde na Justiça por assalto e foi autuado por remover, sem autorização, sua tornozeleira eletrônica. “Na época do suposto estupro, o autor dos disparos estava preso e quando saiu da cadeia jurou matar todos os envolvidos. Sabemos que ele tentou um homicídio contra um deles, sem sucesso. Agora conseguiu concretizar a ‘promessa’ contra outro deles”.

Ao delegado, Breno afirmou que continuaria buscando os envolvidos. “Disse que se ele for liberado, vai atrás dos outros”.

Conforme expõe Vinícius, a namorada apreendida pode cumprir medida sócioeducativa pelo envolvimento no crime. “Soube que o Ministério Público representou contra ela, então essa é uma possibilidade”.

A polícia ainda investiga se o abuso ocorreu. Para Penna, se o caso de fato existir, está na delegacia da mulher e não teve repercussão na cidade.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.