Real Cores

Cúmulo da cara de pau: homem da mala de Temer diz que não sabia que portava dinheiro


A defesa do ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (MDB-PR), o homem da mala Michel Temer, pediu à Justiça Federal de Brasília que o absolva da acusação de corrupção passiva no episódio em que ele recebeu uma mala com R$ 500 mil de um executivo da JBS.
Em petição à Justiça de Brasília, Rocha Loures argumentou que ele não sabia que havia dinheiro na mala e que "muito menos" o montante seria para ele. 
"Ora, a própria denúncia afasta a participação do denunciado Rodrigo na possível prática do crime de corrupção, afirmando a inexistência de seu conhecimento do ilícito. A inépcia, portanto, é mais que evidente, ora como alguém pode concorrer para um crime sem saber que de crime se trata? Como pode concorrer para o crime de corrupção passiva por ter recebido dinheiro se, como afirma a denúncia, ele nem sabia que de dinheiro se tratava, e muito menos que era para ele, como diz a própria denúncia?", afirmam os advogados de Rocha Loures.
Rocha Loures chegou a entregar a mala à PF, em 23 de maio do ano passado, mas com R$ 465 mil. Depois, no mesmo dia, o ex-deputado devolveu os R$ 35 mil que estavam faltando.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.