Real Cores

Homem é preso após sequestrar ex-companheira e a filha de 4 anos.


Depois de seis horas de sequestro, mãe e filha foram encontradas pela Polícia Civil (PC) na tarde desta segunda-feira (9) em um motel em Itapuranga, a cerca de 165 quilômetros de Goiânia. Junto com elas, a polícia prendeu o ex-companheiro da vítima, identificado como Pedro Laudino dos Santos Filho, de 24 anos, que teria sido o mandante do sequestro da ex-mulher e também da filha dele, de 4 anos. Segundo o delegado responsável pelo caso, Alexandre Lourenço, não é a primeira vez que a vítima é sequestrada pelo ex-companheiro.

O delegado Alexandre Lourenço disse que dois homens, identificados como Lucas Azevedo de Souza, de 18 anos, e Maycon Douglas Canedo, de 22 anos, juntamente com Pedro, chegaram na casa das vítimas, no Parque Las Vegas, em Bela Vista de Goiás, por volta de 9h, em um VW GOL, de cor prata, e entraram para pegar mãe e filha.

“Assim que os vizinhos viram os homens colocando as vítimas no carro, eles contataram a família que imediatamente entrou em contato com a polícia. Assim que recebemos todas as informações de lugares possíveis e características do veículo, foi dada a ordem de alerta para todas as barreiras policias da região e fechamos um cerco”, conta o delegado Alexandre Lourenço

Uma ação envolvendo agentes da PC, Polícia Militar (PM) e as delegacias de Itaberaí e Itapuranga conseguiram encontrar as vítimas, por volta de 17h, em um quarto de um motel no município. O delegado informou que a cidade fica distante 220 quilômetros de onde o suspeito tem parentes.

Durante a prisão de Pedro, ele teria informado aos policiais o nome e o endereço dos outros dois comparsas que ajudaram no sequestro, eles foram localizados em seguida no centro da cidade. O ex-companheiro da vítima nega a autoria do crime e disse que estava tentando reatar o casamento.

Os três envolvidos foram presos e podem responder por sequestro e cárcere privado, podendo ficar de dois a cinco anos presos.
Histórico

De acordo com a PC, em 2014, pedro foi preso em flagrante após agredir a companheira e, logo após sair da cadeia, ele invadiu a casa da mulher, em Heitoraí, a cerca de 136 quilômetros de Goiânia e a sequestrou, levando-a para uma casa da zona rural, onde ela ficou por dois anos sem contato com ninguém da família.

Há 60 dias a vítima conseguiu avisar o avô, que ajudou a libertar a mulher durante um descuido de Pedro. Ela foi levada para a casa da mãe, em Bela Vista de Goiás

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.