Real Cores

Hospital de Urgência de Goiânia nega atendimento a motoqueiro que se acidentou na frente do hospital



Às 6:00 desta quinta feira, 26 de abril, aconteceu um acidente entre uma moto e um carro na avenida Edmundo de Abreu, em frente à sede da Polícia Federal. O motoqueiro ficou ferido e a ambulância chegou rapidamente.
A vítima foi encaminhada ao hospital. O acidente aconteceu há duas quadras do Hugo, Hospital de Urgências de Goiânia. Só que a ambulância que levou o motoqueiro ferido passou direto e foi até o extremo sul da cidade, na UPA do Parque Flamboyant que fica depois do Parque Atheneu, já no município de Aparecida de Goiânia.

A unidade de saúde fica uns 10 Kms de distância do local do acidente. Esse fato mostra claramente como o Hugo seleciona pacientes e não tem a menor preocupação com a vida das pessoas. Descartou o paciente que foi acidentado a apenas duas quadras do hospital.

Essa não foi a primeira e nem será a última vez que o descarte de pacientes acontece no Hugo. Desde que foi entregue gratuitamente a uma OS (Organização Social) o número de pessoas atendidas na unidade de emergência despencou de 800 para 180 por dia, ou seja, redução de cerca de 75%.

Por outro lado, apesar da redução dos atendimentos, o repasse do governo de Goiás para a OS aumentou mais de 10 vezes chegando a 15 milhões de reais por mês. O contribuinte paga caro pra não ter atendimento em um hospital que deixou de ser público e serve hoje para enriquecer muita gente.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.