Real Cores

Interdição da Marginal causa congestionamentos.


A interdição da Marginal Botafogo para reparo de 17 pontos críticos identificados na via tem causado congestionamentos na região Sul de Goiânia. Os engarrafamentos são frequentes no cruzamento entre a Avenida Jamel Cecílio, no Jardim Goiás, e a Alameda Leopoldo de Bulhões, no Setor Pedro Ludovico, bem como nas proximidades do Cepal.

Boa parte do engarrafamento é causado pela interdição do trecho da Marginal Botafogo que se conecta com a Jamel Cecílio (veja abaixo). Neste local, próximo à Avenida 136, são realizadas obras relativas a uma travessia de esgoto da Saneago que precisou de substituição. Segundo a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seinfra), os reparos se estendem por cerca de 30 metros da via.

Conforme a Saneago, a chuva que caiu na capital na última quinta-feira (5) afetou os barrancos do córrego e a terra cedeu no local. Por nota, a companhia informou que “técnicos estão trabalhando em parceria com a prefeitura, para a instalação na nova tubulação, nos próximos dias”. Contudo, nem a empresa nem a Seinfra estabeleceram um prazo para o fim dos reparos na região.

De acordo com a Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMT), na Alameda Leopoldo de Bulhões, o semáforo que tinha dois tempos foi alteardo para três, permitindo que os motoristas façam conversão à esquerda no local. A orientação, para quem está nesta via é fazer a conversão e pegar a Avenida 115.

Já para quem trafega vindo do autódromo, a recomendação da SMT é fazer a conversão na Avenida E, rumo ao viaduto da Avenida 88. Na Marginal Botafogo, permanece interditada totalmente, a via no sentido Sul/Norte, para quem sai do Setor Pedro Ludovico rumo ao Centro da capital. Já para quem segue no sentido Norte/Sul, do Centro rumo ao Setor Pedro Ludovico, a pista está interditada apenas parcialmente.

Nas proximidades do Cepal do Setor Sul, além do trânsito pesado e do engarrafamento, as linhas de ônibus que passam pelo local registraram atrasos. Segundo a Rede Metropolitana de Transporte Coletivo (RMTC), os passageiros que fazem uso das rotas 028 e 302 podem enfrentar longas esperas.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.