Real Cores

Mais um paciente morreu com suspeita de H1N1


José Nilton Pereira da Rocha, 40, morreu na tarde de hoje, no Cais Deputado João Natal (Vila Nova), em Goiânia. A suspeita é de que ele tenha morrido após o contágio por H1N1. Ele era uma das quatro pessoas que estavam internadas em isolamento; os outros três pacientes, Maria Francisca Severo dos Santos, 46, e Ana Lemes de Oliveira, 92, e outro que chegou à unidade no final da tarde e está na Sala de Reanimação, e ainda aguardam, isolados, por uma vaga de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A família de José Nilton denuncia que, após a peregrinação pelo Cais de Campinas e uma unidade particular, em uma ambulância do Corpo de Bombeiros, ele foi admitido na unidade. Eliane Santana Pereira, prima, desabafa: “No Cais de Campinas disseram que, se quisessem dipirona, tinham para oferecer. Ele morreu à míngua.” O corpo será encaminhado para São Paulo.

No Cais do Bairro Goiá há mais cinco pacientes em leitos improvisados — a unidade não tem enfermaria, e improvisa internações em ambulatórios, salas de consultas e em uma sala de reanimação. No Cais Campinas, há uma pessoa isolada. No Hospital Estadual de Doenças Tropicais dr. Anuar Auad (HDT), da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES) – Governo de Goiás, há seis pessoas aguardando resultado para comprovação ou descarte do contágio viral.

Da Redação por Leila Lais

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.