Real Cores

SMS nega relação de vacina da gripe com mortes súbitas ocorridas.


A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) negou a relação de vacina da gripe com duas mortes súbitas ocorridas em Goiânia. O pronunciamento foi feito após duas idosas sofrerem ataque cardíaco ao serem imunizadas contra a gripe.

Uma das mortes ocorreu na manhã da última sexta-feira (13) em frente ao posto de saúde Ville de France, próximo ao Parque Ateneu. A idosa, de 71 anos, chegou a ser atendida pelos profissionais da unidade, mas não resistiu. Segundo a SMS, é prematuro relacionar que o óbito foi provocado pela vacina contra a gripe, pois a senhora apresentava alterações cardiovasculares e já realizava acompanhamento na unidade. O caso está em investigação no Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) da Capital.

A outra morte ocorreu nesta quarta-feira (18) em frente ao Centro Municipal de Vacinação (CMV), no Setor Pedro Ludovico. A idosa, de 69 anos, foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) após passar mal e desmaiar na porta do CMV, logo após tomar a vacina. A principal suspeita da morte é infarto agudo do miocárdio, já que a senhora tinha problemas cardíacos e fazia tratamento com médico especializado.

A SMS esclareceu ainda que a bula do imunobiológico não apresenta nenhuma relação das doses com morte súbita e ressalta que as vacinas são seguras e bem toleradas. Já foram administradas mais de 200 mil doses desde o início da campanha e nenhuma notificação de evento adverso pós-vacinação grave foi notificado.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.