Real Cores

Suspeito de se passar por médico e de aplicar golpes é preso em Trindade.




Um homem, que se passava por médico e aplicava golpes em Sergipe, foi preso na tarde desta quarta-feira (25) em Trindade, Região Metropolitana de Goiânia. De acordo com a Polícia Civil (PC), ele estava foragido na cidade de origem, de modo que tinha um mandado de prisão preventiva em aberto desde fevereiro deste ano.

A PC revela que Djalma Santos Alves, de 42 anos, era investigado pela prática de diversos crimes, como estelionato contra idosos, exercício ilegal da medicina, além de da prática de golpes como “detetive particular”. O suspeito, que usava nomes falsos como Tony e Antony, colhia sangue, aferia pressão, prescrevia remédios e realizava exames de vista, sem ter a formação necessária.

“Em várias oportunidades, o suspeito se passou por médico e enfermeiro. Ele visitava residências de idosos onde examinava, aplicava vacinas falsas contra febre amarela e cobrava R$150 pelos atendimentos”, Conta o delegado responsável pela prisão Daniel José, de Trindade.

Durante o interrogatório, o suspeito negou os crimes e disse que estudou o primeiro período de Enfermagem. Djalma ainda afirmou ter visitado lugares públicos com a supervisão de orientadores, durante o curso. Segundo o delegado, o suspeito disse ter vindo para Trindade para visitar o filho, que mora com a mãe e o padrasto na cidade.

As investigações apontaram também que o falso médico tinha uma arma registrada em seu nome, mas, durante o interrogatório sobre o revólver, o suspeito ficou calado. Já sobre o uso do nome falso, o Djalma afirmou que utilizava os pseudônimos porque era professor de inglês.

A PC de Sergipe expediu um mandado de prisão para o suspeito no dia 25 de fevereiro deste ano, mas ele chegou em Trindade no dia primeiro. Ele estava foragido e foi localizado pela polícia na chácara onde trabalhava, no Setor Oeste, em Trindade.

Após o interrogatório ele foi detido na cadeia de cidade e está à disposição do Poder Judiciário, que vai decidir se ele cumprirá a prisão preventiva em Goiás ou Sergipe.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.