Real Cores

Em entrevista, Temer diz não ter medo de ser preso ao deixar o cargo.


Durante uma entrevista à rádio CBN, presidente Michel Temer afirmou que não tem medo de ser preso quando deixar o cargo. Ele, que é alvo de dois inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF), explicou ainda que seria uma “indignidade” caso isso acontecesse.

A declaração foi dada após o presidente ser questionado sobre a reportagem da “Folha de S. Paulo” que aponta que procuradores avaliam adotar medidas contra Temer quando ele deixar o cargo.

“Não temo, não [ser preso]. Não temo. Seria uma indignidade e lamento estarmos falando sobre isso. Eu prezo muito a instituição Ministério Público que, aliás, teve em mim um dos principais suportes”, explicou.

De acordo com o G1, os inquéritos investigam Temer por suposto recebimento de propina na edição do decreto dos portos e por suposto pagamento de propina pela Odebrecht na Secretaria de Aviação Civil.

No mesmo dia da entrevista o ministro Luiz Roberto Barroso decidiu prorrogar o prazo das investigações em 60 dias a pedido da Polícia Federal.

Da Redação por Leila Lais

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.