Real Cores

Historiadora combate fake news sobre escravidão.



Autora, em parceria com Flávio dos Santos Gomes do “Dicionário da Escravidão e Liberdade”, que será lançado amanhã, 13 de maio, dia em que a Princesa Isabel, há 130 anos, assinou a Lei Áurea, a historiadora Lilia Moritz Schwarz afirma, na Folha, que os ensaios do livro servem para contestar informações errôneas sobre a escravidão: “Vai aparecendo na internet uma tentativa de fazer outra leitura da história. Outro dia vi um programa dizendo que os dados sobre a entrada de escravos no Brasil são exagerados”. Segundo Luiz Felipe de Alencastro, um dos ensaístas, 4,8 milhões de escravos negros chegaram ao Brasil entre 1500 e 1850.

Fonte: 247 por Leila Lais

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.