Real Cores

O chocante caso do casal americano acusado de torturar 10 filhos com afogamentos forçados e outros abusos

Jonathan Allen, de 29 anos, é tatuador e Ina Rogers, de 30, trabalhava em uma empresa de serviços médicos: Eles são acusados de torturar os filhos (Foto: Departamento de Polícia de Fairfield)


Corpos queimados com água fervendo, feridos com golpes de bastão, mordidas e tiros de pistolas de ar comprimido, além de submetidos a sessões forçadas de afogamento. Esse foi o quadro que policiais encontraram em uma casa na cidade de Fairfield, na Califórnia, Estados Unidos, ao investigar denúncias.

Um casal identificado como Jonathan Allen, de 29 anos, e Ina Rogers, de 30, foi formalmente acusado esta semana de abandono, tortura e de outros abusos cometidos contra os próprios filhos.

As vítimas eram dez crianças com idades de 4 meses a 12 anos que viviam, segundo a polícia, em "condições horríveis de miséria" dentro de casa, em um bairro residencial de Fairfield.

O caso foi descoberto no final de março e tem sido comparado ao da família Turpin, que ocorreu no mesmo estado e chocou os Estados Unidos em janeiro deste ano.

Na ocasião, uma adolescente de 17 anos conseguiu fugir e denunciar à polícia que os pais a mantinham em cativeiro, junto com os 12 irmãos, muitas vezes acorrentados e alvos de outros abusos cometidos pelos pais
.
 
Fonte: G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.