Real Cores

Pacientes do Hospital de Urgência de Goiânia - HUGO - estão sem tomar banho



Mais uma crise no Hospital de Urgências de Goiânia, o HUGO. Neste momento há uma greve, mais uma, desta vez são dos funcionários terceirizados da lavanderia. 

O Hugo não , tem roupas de cama e nem roupas limpas para pacientes, por isso os internos não estão tomando banho e as roupas de cama não são trocadas. São as mesmas há dias.

Parentes dos pacientes reclamam da imundice e da falta de higiene do hospital. Alguns chegam a levar roupas de cama para os  parentes internados no Hugo.

A denuncia que chegou ao Jornal Argumento é a de que "quase todo mês tem greve de terceirizados."  O Hugo não paga salários e quando os trabalhadores fazem greve são demitidos e novos contratados até que também façam greve e sejam mandados embora.

Uma situação estranha já que o hospital que recebe cerca de 15 milhões de reais por mês. Pra onde vai esse dinheirão todo? Para o atendimento não é, já que o Hugo atendia 800 pessoas por dia e hoje atende pouco mais de 120.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.