Real Cores

PF deflagra nova fase da Operação Lava Jato e mira Odebrecht


A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (8) a 51ª fase da Operação Lava Jato. Batizada de Deja Vu, a operação, autorizada por Sérgio Moro, cumpre 23 mandados nos estados do Rio de janeiro, Espírito Santo e São Paulo. De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), os contratos sob suspeita teriam sido celebrados entre a Petrobras e a empreiteira Odebrecht. Os contratos, que somam cerca de US$ 825 milhões, teriam sido obtidos mediante propinas de US$ 56,5 milhões (cerca de R$ 200 milhões em valores atualizados), entre os anos de 2010 e 2012.

Ao todo, 80 policiais federais estão cumprindo quatro mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária e 17 de busca e apreensão, contra suspeitos das práticas dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, dentre outros. Segundo as investigações, as propinas seriam repassadas pela Odebrecht para a obtenção do contrato sob suspeita e cujos recursos teriam sido destinados a políticos e partidos.

A empreiteira obtinha contratos junto à Petrobras através do pagamento de vantagens indevidas à executivos e gerentes da estatal cujos valores eram repassados por meio de uma offshore. Os mandados de prisão expedidos pela Justiça Federal são contra três ex-funcionários da Petrobras e três operadores financeiros, dentre eles um que se apresentava como intermediário da propina a ser repassado a políticos do então PMDB, hoje MDB.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.