Real Cores

PF deflagra operação contra fraude em seguro-desemprego de pescadores em Goiás

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (22/5) uma operação contra esquema de fraude na concessão do Seguro-Desemprego do Pescador Profissional Artesanal (SDPA), também conhecido como “Seguro-Defeso”. Agentes cumprem três mandados de prisão e 46 de busca e apreensão nas cidades goianas de Itumbiara e Cachoeira Dourada e nas cidades mineiras de Centralina e Uberlândia.

De acordo com a PF, o esquema causou um prejuízo de mais de R$ 500 mil aos cofres públicos e consistia em registro de pessoas que não tinham requisito legal e não trabalhavam com atividade pesqueira para recebimento do benefício.

A investigação aponta que os registros fraudulentos eram feitos por pessoas jurídicas, associações e até mesmo colônias de pescadores. Os envolvidos podem responder pelos crimes de associação criminosa, estelionato, falsidade ideológico e corrupção ativa e passiva.

Fazem parte da ação 270 policiais federais, além de sete servidores da Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária (Coinp) da Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda.

O nome da operação, Anzol Sem Ponta, faz alusão ao grupo investigado, uma vez que anzol sem ponta não existe e, caso existisse, seria utilizado apenas por quem não é pescador.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.