Real Cores

Professor é suspenso depois de convidar aluno para “dormir de conchinha”


Um professor da rede estadual na cidade de Taió, em Santa Catarina, foi suspenso por 30 dias após denúncia de assédio sexual contra um de seus alunos, que é menor de idade. A suspensão foi feita por processo administrativo disciplinar da escola onde ele lecionava e o Grupo de Câmaras de Direito Público do Tribunal de Justiça (TJ) de Santa Catarina manteve a decisão.

As informações foram divulgadas no site do TJ de Santa Catarina, que não revelou o nome do profissional. De acordo com a denúncia, o professor é acusado de assediar sexualmente um de seus alunos por trocas de fotografias e dormir com o adolescente em sua residência.

Os pais do aluno foram quem descobriram o caso ao encontrar mensagens com troca de fotos no celular do estudante.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.