Real Cores

Retirada de indiciamento da SES-GO será solicitada em votação do relatório da CEI da Saúde




Vereadores da CEI da Saúde e prefeito Iris Rezende: os problemas são detectados, mas as soluções não aparecem | Foto: Reprodução

O relatório final da Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Saúde, com parecer do relator Elias Vaz (PSB), será votado na próxima sexta-feira (18/5). O texto pede indiciamento de mais de 30 pessoas, entre elas o prefeito Iris Rezende (MDB), além do secretário estadual, Leonardo Vilela. De acordo com a vereadora Dra. Cristina Lopes (PSDB), será apresentado um pedido de retirada do indiciamento de todos os que estão ligados à Saúde Estadual.

“O foco da CEI é a Saúde Municipal. As irregularidades estaduais podem ser investigadas, mas esse não é o objetivo da comissão”, disse ao Jornal Opção.

De acordo com a parlamentar, o Hospital HGG e o Materno Infantil estão sendo inclusos no relatório de uma maneira equivocada, o que traz um caráter político-eleitoral que não é próprio à discussão.

Propaganda

O pedido da Dra. Cristina também faz um questionamento em relação ao custo de produção e veiculação do comercial produzido e veiculado pela gestão Iris, que ignora o caos na Saúde e custo cerca de R$ 400 mil. “Já que o prefeito diz que não tem dinheiro, como ele veicula uma propaganda que não condiz com a verdade?”, perguntou.

Durante a votação, será solicitado o pedido de suspensão da veiculação do comercial, além da responsabilização das pessoas que participaram da produção do mesmo.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.