Real Cores

Vereadores questionam prefeito sobre irregularidades na Saúde e contrato com a Saneago.


Durante prestação de contas do primeiro quadrimestre do ano na Câmara Municipal de Goiânia, nesta segunda-feira (28), o prefeito Iris Rezende (MDB) voltou a defender a secretária municipal de Saúde, Fátima Mrué, destacando que o trabalho corajoso desenvolvido por ela ainda será reconhecido pela Casa. Questionado pelo vereador Jorge Kajuru (PRP) sobre a interrupção dos repasses do Ministério da Saúde ao município, o prefeito preferiu não comentar, afirmando apenas que todas as ações da secretária foram do seu conhecimento.
Clécio Alves (MDB), que presidiu a Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investigou irregularidades na Saúde de Goiânia, aconselhou o prefeito a não pagar os R$ 4,2 milhões pelo software adquirido pela secretaria de Saúde. Iris Rezende garantiu que nenhum pagamento foi feito à empresa que implantou o novo sistema.
O vereador Paulinho Graus (PDT) informou o prefeito sobre a criação de uma CEI para investigar o contrato da Saneago com o município, além de projeto que cancela convênio com a empresa. Iris Rezende apoiou a iniciativa dos vereadores, demonstrando insatisfação com o serviço prestado pela Saneago na capital.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.