Real Cores

A alienígena ficou sem sua "nave espacial": Com Neca Setúbal distante, Marina fecha seu instituto


Sem alarde, Marina Silva fechou o Instituto Marina Silva. O motivo alegado é falta de recursos financeiros. As dificuldades do instituto começaram no momento em que a herdeira do banco Itaú Neca Setúbal afastou-se do grupo de Marina como financiadora master. Entre 2012 e 2017, a organização recebeu cerca de R$ 5,5 milhões em doações -só em 2013, por exemplo, Neca fez uma doação de quase R$ 1 milhão, o que correspondeu a 83% de todo o faturamento da entidade no ano.
O instituto foi criado por Marina em fevereiro de 2011, logo após ela ser derrotada nas eleições presidenciais de 2010 e ficar sem cargo público. A organização tinha como objetivo desenvolver projetos na área de sustentabilidade, organizar o acervo da vida política da ex-senadora e gerenciar suas palestras.
Apesar das constantes críticas de Marina à falta de transparência de outros candidatos, ela recusa-se a abrir as contas de seu instituto agora fechado. Da mesma maneira, Marina recusa-se a revelar as fontes de financiamento de uma empresa que criou também em 2011 para gerenciar suas palestras, a M. O. M. da S. V. - que representa as iniciais do nome completo da pré-candidata: Maria Osmarina Marina da Silva Vaz de Lima.
Neca Setúbal foi uma das mais importantes apoiadoras de Marina na campanha de 2010, quando a sustentação financeira da campanha ficou a cargo de outro milionário, Guilherme Leal, um dos donos da Natura e então candidato a vice-presidente. A herdeira do Itaú responsabilizava-se pelas despesas pessoais de Marina. Em 2014, Neca coordenou o programa de governo de Marina e foi a principal financiadora da campanha. Com a derrota, distanciou-se de Marina. Segundo a repórter Isadora Peron, a herdeira do Itaú diz não lembrar quando fez a última doação para a organização e reafirmou que não vai ser envolver na campanha da antiga aliada este ano.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.