Real Cores

Exclusivo: OSs estão se desmoronando em Goiás









Faltou água no Hospital Materno Infantil nesta terça feira. O hospital já estava uma imundice por causa da greve do pessoal terceirizado da limpeza. A unidade de saúde ficou 11 dias sem limpeza. Pra piorar agora está faltando água. A direção do Hospital Materno Infantil nega, mas funcionários confirmaram que não havia água nem pra beber. 

Aos poucos os hospitais administrados por OSs começam a desmoronar. Um dos maiores hospitais administrado por uma OS  foi o primeiro. Os repasses milionários que o governo fazia pro hospital estão cada vez menores, e sem a alta lucratividade de outrora as OSs cortam atendimento, reduzem gastos, não pagam empresas terceirizadas e o caos toma conta da unidade. 

Porém, o lucro é o mesmo. As OSs não aceitam a redução do lucro delas. E como a Secretaria de Saúde é omissa em relação às OSs, quem acaba pagando o pato é o cidadão que precisa de socorro médico. 

A verdadeira face das OSs está à mostra: são empresas que querem apenas lucrar cada vez mais. A qualidade do atendimento médico não tem a menor importância.


Um outro grande hospital está sendo abandonado pela Secretaria de Saúde e o  Governo do Estado, depois que um membro da diretoria da OS disse que apoia a candidatura de Ronaldo Caiado ao Governo. A represaria veio em forma de raio. Bastou  que a informação chegasse ao Palácio das Esmeraldas para que houvesse a interrupção dos repasses para o hospital. 

Um comentário:

  1. Lamentável isso. Os hospitais publicos deveriam ser geridos apenas por servidores publicos. Nada de OS's.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.