Real Cores

Mais uma denúncia: A generosidade do Governo com a OS do HGG






O Jornal Argumento denunciou com exclusividade a quantidade suspeita de contratos e aditivos entre o Governo de Goiás e a Organização Social Idtech, que administra o Hospital Geral de Goiânia, HGG. 

Alguns desses "acordos" chamam a atenção pelos valores e justificativas. No dia 7 de junho deste ano foi divulgado um empenho, no valor de  4 milhões de reais, para que a OS pagasse despesas correntes e com pessoal. 

Vale ressaltar que as "despesas com pessoal e correntes" já são cobertas pelos 77 milhões de reais que é o valor do contrato inicial. No dia 25 de junho outro contrato, desta vez para que o Idtech administrasse o Hemocentro de Goiânia. Inicialmente o valor do contrato era de 29 milhões 306 mil reais. Mas na própria publicação do edital o valor já aumenta para 36 milhões 772 mil reais. O valor é muito alto para um serviço que não tem muitas despesas, não utiliza equipamentos caros e é feito por um número pequeno de profissionais. 

Os mais de 36 milhões de reais pelo serviço podem ser superfaturados. Em maio outros dois contratos chamam a atenção. Um é do dia 15 com valor de 3 milhões 453 mil reais para que o Idtech assuma o Centro de Diabetes recém inaugurado. 

Dois dias depois, 17 de maio, surgiu mais um contrato de 544 mil reais para a mesma finalidade, o Centro de Diabetes, totalizando quase 4 milhões de reais. Dia 15 o Governo decidiu repassar o Centro para OS e dia 17 repassou uma verba extra. Em apenas dois dias.  

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.