Real Cores

Dilma mantém patrimônio e Aécio mais que duplica


Protagonistas principais da dura disputa presidencial de 2014, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e o senador Aécio Neves (PSDB) se reencontram na eleição deste ano em situações diferentes. Ela é candidata ao Senado e líder nas pesquisas em Minas. Ele, que mesmo com duas vagas em jogo desistiu da reeleição desgastado pelas investigações que vem sofrendo suspeito de corrupção e pelas ligações perigosas com o governo Temer, agora se contenta com o cargo de deputado federal.
Outro fato que separa a mulher honesta deposta da Presidência da República sem ter cometido crime algum - portanto vítima de um golpe parlamentar - do seu principal conspirador, é o patrimônio declarado à Justiça Eleitoral nesta quarta-feira (15)
Dilma informou ter R$ 1.937.804,20 em bens. Há quatro anos, o valor informado era de R$ 1.750.695,64. O acréscimo foi de 10%. São três apartamentos que somam R$ 659,4 mil, uma casa de R$ 104 mil e dois terrenos somando R$ 585,9 mil. Ela informou possuir outros R$ 427,3 mil na caderneta de poupança. Dilma declarou ainda ações (R$ 3 mil), conta corrente (R$ 51,2 mil) e jóias (R$ 72 mil), além de um automóvel de R$ 30,6 mil e outros fundos.

Já o senador Aécio Neves declarou ter um patrimônio de R$ 6.152.994,66. O valor é 245,7% maior do que os R$ 2.503.521,81 que o tucano havia declarado possuir em 2014.  Leia reportagem na íntegra do Estado de Minas aqui.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.