Real Cores

Presidente do senado diz que Brasil só terá eleições livre se Lula participar


"Eleições livres são eleições com Lula" - a frase, incisiva, é do presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE). Durante quase 20 minutos de discurso aos apoiadores no ginásio da AABB, em Fortaleza, o parlamentar cravou: "eu sou eleitor de Lula".
"Eu, filho de lavrador, filho de agricultor, de família de homem pobre. Eu, com a mesma história de Lula. Só quem viu uma mãe carregar lata d’água na cabeça é que pode fazer o que fazemos", acrescentou ele, na convenção que oficializou sua candidatura no último final de semana.
O presidente do Senado não mencionou sequer uma vez o candidato do seu partido à Presidência, o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB), oficializado na última semana. Também não citou o nome de Michel Temer, do mesmo partido.
Pesquisa CUT/Vox Populi, divulgada no final do mês passado, apontou vitória do ex-presidente Lula no primeiro turno com 58% dos votos válidos.
No cenário estimulado, quando os nomes dos candidatos são apresentados aos entrevistados, as intenções de voto do ex-presidente aumentaram para 41% contra 39% registrado em maio.
De acordo com o levantamento, a soma de todos os outros adversários alcançou 29%. Na segunda posição está Jair Bolsonaro (PSL), com 12%, seguido por Ciro Gomes (PDT), que alcançou 5%; Marina Silva (Rede) caiu de 6% para 4%, empatando com Geraldo Alckmin (PSDB), que também registrou apenas 4%.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.