Real Cores

“Quem não responde quem matou Marielle, não vai garantir minha proteção”, diz viúva


A arquiteta e ativista Monica Benicio ingressou com um pedido de proteção à Comissão Interamericana de Direitos Humanos, da Organização dos Estados Americanos (OEA), em função das ameaças que vem sofrendo desde o final de maio. A viúva de Marielle Franco optou por procurar autoridades internacionais: "Por que eu deveria acreditar que um governo que, em cinco meses, não me disse quem matou minha esposa, vai conseguir garantir minha proteção?", justifica.
De fato, resolvi procurar autoridades internacionais porque não confio nas brasileiras. Afinal, por que eu deveria acreditar que um governo que, em cinco meses, não me disse quem matou minha esposa, vai conseguir garantir minha proteção? Quanto a entrar no programa de testemunhas, não quero, pois não sou uma testemunha, sou defensora dos direitos humanos. Por enquanto, ainda não fui procurada para tratar da formalização de minha proteção. Não sei como será. Leia a íntegra do texto - Por Lucas Vasques, Revista Fórum

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.