Real Cores

Denúncia: Governo de Goiás pretende demitir funcionários e não pagar.









Professores da rede estadual de ensino denunciam que a Secretaria de Educação do Estado mandou eles lançarem todas as notas dos alunos deste ano até o dia 30 de novembro, ou seja, daqui a 10 dias. 

O comunicado, segundo a denúncia, está sendo feito boca-a-boca, pois a ordem da Secretaria é não gerar documentos oficiais que provem a manobra. O medo dos professores é que ao mandar fechar o ano letivo dia 30 de novembro o Governo esteja preparando uma demissão em massa dos professores de contrato especial, evitando o pagamento dos salários de dezembro. 

O mesmo estaria acontecendo na segurança. 500 agentes penitenciários estariam sendo demitidos por questão de economia. Segundo o calendário da Secretaria de Educação do Estado, o ano letivo terminaria dia 21 de dezembro  Mas seria antecipado para o dia 30 com o objetivo de economizar a folha de dezembro dos contratos especiais e comissionados. 



A qualidade do ensino não tem a menor importância pro atual governo. O que interessa é cortar gastos para ter dinheiro para pagar empreiteiras e fornecedores "amigos". O mais incoerente é que hoje mesmo o governador José Eliton publicou no Twitter um texto elogiando a nota no Ideb de Goiás, que seria uma das melhores do Brasil. Só que há a denuncia de que o governo manobrou de forma ilegal as provas do Ideb, excluindo alunos que não estavam bem preparados. 





Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.