Real Cores

Saída da OS GERIR do HUGO e UTRIM: Jornal Argumento acerta mais uma vez.

O trabalho investigativo, feito pelo Jornal Argumento, conseguiu detectar o mal-estar entre a Secretaria de Saúde e a empresa Gerir,  muito antes de que  a crise se tornasse  pública.

A partir da informação de uma fonte que revelou, que  no começo do ano,  a intenção de o GERIR em  devolver o hospital para o Estado, por conta dos constantes atrasos nos repasses,   por parte da secretaria da fazenda, o Jornal Argumento quis saber o porquê de apenas o GERIR sofrer esta retaliação.

Alguns fatos até então não revelados foram os responsáveis pelo inicio da crise que culminou com o abandono dos hospitais.

Um dos ex-diretores do GERIR também é dono de um Instituto de Pesquisa. Ele foi procurado, segundo fontes, para forjar uma pesquisa de intensão de votos,  colocando o candidato do governo em primeiro lugar. Pedido que foi negado.

Em seguida, a aproximação de alguns diretores da OS à Ronaldo Caiado, acabou causando uma explosão de ira dentro do governo.
“O contrato do Gerir com o Governo, terminava em maio de 2018, e só  foi renovado para evitar mais desgastes à Marconi Perillo e também a campanha de José Eliton. Porém  os repasses continuaram com  atrasos.

No começo do ano também, o Jornal Argumento, denunciou uma manobra feita pelos deputados que acabou condenando os funcionários contratados pelo GERIR. A assembleia Legislativa, aprovou, a toque de caixa, um  projeto de lei onde o Governo de Goiás se tornou solidário a gestão feita pelas  OS´s, inclusive arcando com as dívidas trabalhistas dos  funcionários administrativos,  com os  prestadores de serviços e também com  profissionais terceirizados.   A aprovação do projeto deu carta branca para que as OS´s pudessem  descumprir todos os comp

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.