Real Cores

Blindado, Aécio não quis nem prestar depoimento


Alvo de operação da Polícia Federal nesta terça-feira 11, o senador tucano Aécio Neves (MG) se recusou a prestar depoimento aos investigadores; apesar de ter sido intimado por policiais federais em seu imóvel funcional em Brasília, o tucano afirmou que, por orientação da sua defesa, não iria depor hoje.
Aécio é acusado de ter captado mais de R$ 110 milhões do grupo J&F para comprar apoio político de partidos à sua campanha presidencial em 2014. No valor está incluída uma "mesada" de R$ 50 mil ao parlamentar.
Em nota, o advogado de defesa Alberto Toron havia afirmado que Aécio "sempre esteve à disposição para prestar esclarecimentos".
As residências de Aécio em Minas Gerais e no Rio de Janeiro foram alvos de busca e apreensão, incluindo sua fazenda no município de Cláudio (MG). Mas o imóvel funcional não teve autorização do ministro do STF Marco Aurélio Mello para ser vasculhado. A PF também pediu a prisão domiciliar de Aécio, mas tanto a PGR quanto Marco Aurélio negaram.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.