Real Cores

Xi Jinping diz que China defenderá multilateralismo e se abrirá mais ao mundo


O presidente chinês, Xi Jinping, reiterou na quarta-feira (12) que a China aderirá ao caminho do multilateralismo e abrirá ainda mais suas portas ao mundo. Xi fez os comentários em uma reunião com os delegados estrangeiros que participaram do recém-concluído Fórum Internacional Imperial Springs 2018, realizado na cidade de Guangzhou, sul da China.
Xi compartilhou com os delegados os êxitos dos 40 anos de reforma e abertura da China e as importantes medidas para um nova rodada de abertura a um nível superior. Ele também explicou as relações da China com o mundo e escutou os comentários dos delegados.
Xi recordou que o Fórum Internacional Imperial Springs deste ano coincide com o 40º aniversário da reforma e abertura da China.
O fórum, realizado em 10 de dezembro em Guangzhou reuniu cerca de 200 ex-líderes mundiais, especialistas renomados e elites empresariais para discutir o tema "Fazer avançar a reforma e abertura e promover a cooperação de benefício mútuo".
"As quatro últimas décadas presenciaram enormes êxitos no desenvolvimento da China e uma melhora significativa na qualidade de vida do povo, da escassez à abundância, da pobreza à prosperidade moderada", disse Xi.
A campanha de reforma e abertura da China é orientada ao povo, sublinhou Xi, acrescentando que uma característica distintiva da economia do país na nova época é a transformação do crescimento acelerado para o desenvolvimento de alta qualidade, da expansão quantitativa ao crescimento qualitativo.
"Para um desenvolvimento mais equilibrado e completo, devemos aprofundar mais a reforma e expandir a abertura", disse o presidente chinês.
"A China aderirá ao caminho do multilateralismo e abrirá ainda mais suas portas ao mundo", declarou Xi.
Na cerimônia de inauguração da primeira Exposição Internacional de Importação da China (CIIE, em inglês) realizada em novembro em Xangai, Xi anunciou novas medidas para expandir ainda mais a abertura.
Xi disse que a economia da China manteve uma estabilidade geral e um progresso estável e destacou que a meta de "brindar ao povo uma boa vida" impulsiona um importante potencial para que o país obtenha um maior crescimento.
Com uma receita crescente, a busca do povo chinês por uma vida de alta qualidade gerará uma maior demanda de consumo, indicou Xi. "Confiamos firmemente nos aspectos fundamentais positivos do desenvolvimento econômico da China, assim como no crescimento econômico de média a alta velocidade que conduza à economia de médio a alto nível".
Ao assinalar que o papel da China como ativo defensor e contribuinte das normas internacionais foi reconhecido pela comunidade internacional, Xi disse que a reforma e a abertura da China é integral, e que o desenvolvimento do país gera oportunidades para o mundo inteiro.
"A prática da reforma e a abertura da China demonstrou plenamente que só através da cooperação de benefício mútuo um país pode obter o desenvolvimento de longo prazo", indicou.
Xi sublinhou que a Iniciativa do Cinturão e Rota, que emana da China e pertence ao mundo, busca construir uma nova plataforma de cooperação de benefício mútuo para a comunidade internacional.
Xi reiterou o princípio de consultas amplas, contribuição conjunta e benefícios compartilhados para promover a cooperação no marco da Iniciativa do Cinturão e Rota.
"O investimento e a cooperação da China no exterior na construção de capacidade e na construção de infraestrutura, impulsionaram a industrialização dos países envolvidos e elevaram o nível de vida da população local, assim como o desenvolvimento econômico e social", assegurou Xi.
Xi disse que a parte chinesa espera sinceramente que todos os países participem da parceria do Cinturão e Rota e que mais benefícios sejam proporcionados para todos os povos.
Completou que os esforços da China em promover e construir um novo tipo de relações internacionais e uma comunidade de futuro compartilhado para a humanidade também visam alcançar uma cooperação de benefício mútuo entre todos os países.
Ao indicar que a reforma e a abertura da China escreveu um glorioso capítulo na história, Xi assinalou que a política também permitirá à China obter novos êxitos nos próximos 40 anos que impressionarão profundamente o mundo.
Os delegados estrangeiros, entre eles a ex-presidente da Letônia Vaira Vike-Freiberga, disseram que a reforma e a abertura da China trouxeram enormes mudanças para a China e tiveram um significativo impacto positivo no mundo.
Eles defenderam um desenvolvimento das relações entre Estados nacionais com base no fortalecimento da confiança mútua e na cooperação de benefício mútuo, pedindo a todas as partes que salvaguardem a paz mundial, promovam o crescimento comum e oponham-se ao unilateralismo, ao isolamento e ao protecionismo.
Os delegados estrangeiros também elogiaram a Iniciativa do Cinturão e Rota e afirmaram que produziu benefícios tangíveis a muitos países.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.